12/04/2017 às 15:23:00

Alta traz produto inédito para o Brasil

Redação



Imunidade do rebanho, maior produtividade e prevenção de doenças são alguns benefícios proporcionados pelo colostro bovino em pó

 

A Alta, empresa líder no mercado de melhoramento genético bovino, inova em 2017 seu portfólio de produtos com o colostro bovino em pó, inédito no Brasil. Trata-se da primeira secreção láctea da vaca, o colostro, que contém todas as substâncias e os nutrientes importantes necessários para a sobrevivência e o desenvolvimento do bezerro ao nascer, processado e transformado em pó.


O colostro é constituído por componentes importantes como gordura, imunoglobulinas (anticorpos), sólidos totais, vitaminas, minerais e outros nutrientes essenciais, sendo único e imprescindível, pois os bezerros nascem sem defesas imunológicas (devido à estrutura da placenta dos ruminantes) e a ingestão do colostro é o único meio do recém-nascido receber imunidade passiva, através dosanticorpos da mãe.


Segundo Rafael Azevedo, gerente deste produto, é comprovado que o fornecimento de um colostro de qualidade traz inúmeros benefícios para os bezerros, como menor susceptibilidade a doenças e menores taxas de mortalidade, além de controle da temperatura corporal após o nascimento e imunidade necessária contra agentes infecciosos durante as primeiras semanas de vida.


Estudos apontam que animais que recebem colostro em quantidade e qualidade certa, nas primeiras horas de vida, são mais saudáveis, consequentemente ganham mais peso, e assim poderão expressar todo o seu potencial genético de produção.  Em contrapartida, quando os animais não são alimentadocom colostro de qualidade, e recebem produtos como o leite de transição (produzido após a primeira ordenha) ou leite integral, eles apresentam menor desempenho.


“Não é sempre que as matrizes conseguem produzir colostro com qualidade nutricional e sanitária ideal para as suas crias. De 827 amostras de colostros produzidas por vacas nos Estados Unidos, somente 39% foram consideradas de qualidade imunológica e sanitária (Morril et al., 2012). Assim, a alternativa da venda do produto natural em pó vem ganhando cada vez mais espaço na pecuária, uma vez que o colostro é determinante no desempenho e no futuro produtivo do animal”, explica o gerente.


O colostro bovino em pó já é comercializado em diversos países, como Estados Unidos, Canadá, México e Irlanda, e chega ao Brasil, através da Alta, para proporcionar uma correta colostragem (fornecimento de colostro de qualidade, imediatamente após o parto) dos recém-nascidos, possibilitando que eles possam expressar todo o seu potencial genético ao longo da vida.  


Além dos demais benefícios, em fazendas onde não é produzido colostro com qualidade sanitária ou que tenha incidência de doenças que podem ser transmitidas pelo colostro, o uso do colostro em pó se torna essencial para os programas de prevenção e auxílio na erradicação de doenças, demonstrando a importância da utilização do produto em pó que chega ao mercado brasileiro livre de todas possíveis contaminações.


Produção

O colostro em pó é produzido há 23 anos pela parceira Saskatoon Colostrum Company Ltd (SCCL), empresa com sede no Canadá e que faz parte do grupo Koepon, holding da qual a Alta pertence. A SCCL coleta colostro de qualidade de mais de 1400 fazendas no Canadá, as quais possuem excelência em suas atividades e são aptas a fornecerem para a SCCL o produto natural de qualidade como fonte para a produção do colostro bovino em pó. No total, mais de um milhão de doses são produzidas anualmente, com distribuição em quatro continentes.


De acordo com Heverardo Carvalho, Diretor da Alta, o colostro bovino em pó é a nova aposta da empresa, que está sempre atenta às novidades e às tecnologias presentes no mercado do agronegócio. O produto que será comercializado é exatamente o produto natural feito pela mãe natureza, apenas transformado em pó.


“É consistente, padronizado, livre de contaminações, sendo testado quanto à potência, pureza, segurança e eficácia, e apresenta todos os níveis garantidos para a saúde dos recém-nascidos e para um melhor desenvolvimento e produtividade ao longo da vida, além de atender às especificações de controle de qualidade para distribuição global. A Alta fomenta o melhoramento genético dos animais em sua totalidade, e para isso, é de suma importância que os bezerros, frutos dessa genética, recebam cuidados importantes como a colostragem”, completa o Diretor.


O Consultor de Imunologia da SCCL, Manuel Campos, ressalta a importância da colostragem, como principal medida na prevenção de doenças, como a diarreia em bezerros. “Além de uma possível contaminação ambiental, o próprio colostro da mãe pode ser uma fonte de infecção por agentes infecciosos que persistem em rebanhos leiteiros. A única maneira de eliminar esta incerteza é utilizar o produto em pó, produzido com o colostro natural e livre de doenças. É uma estratégia efetiva de atenuação do risco de transmissão de muitas doenças”, afirma o Consultor.

Sobre a Alta Genetics

A Alta Genetics é líder no mercado de melhoramento genético bovino do mundo. Com matriz localizada em Calgary, no Canadá, atua em mais de 90 países com nove centrais de coleta: Brasil, Estados Unidos, Canadá, Argentina, Holanda e China. Com 20 anos de história no Brasil, a empresa está sediada na cidade de Uberaba/MG, e tem como missão orientar pecuaristas sobre a melhor maneira de usar a genética aliada ao manejo, nutrição, ambiente, gestão e todos os processos para garantir um animal com todo o seu potencial genético. O compromisso da Alta é criar valor, entregar o melhor resultado e construir confiança com seus clientes e parceiros, em busca do desenvolvimento da pecuária. Mais informações no website: http://www.altagenetics.com.br.

Assessoria

Enquete

Mural de Recados

Postar Recado