04/10/2017 às 08:35:00

Brasileiros e Paraguaios realizam grande corrente humana junto a acadêmicos de medicina em comemoração ao Outubro Rosa

Redação


 

Alunos da UCP se dedicaram aos atendimentos de aferição de pressão arterial e teste de glicemia capilar à população

 

Por Dhiego Conrado

 

Foi comemorado no dia 01 de outubro em Pedro Juan Caballero – PY o movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa que é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades.

 

Visando a importância da temática, a Universidad Central del Paraguay - UCP em conjunto com a Liga Universitária de Traumatologia y Emergências Médicas - LUTEM proporcionou atendimentos de aferição de pressão arterial e teste de glicemia capilar a população de Pedro Juan Caballero na caminhada dedicada ao Outubro Rosa. A caminhada teve início na Praça de Pedro Juan Caballero (popular praça da lagoa) ás 09:00 da manhã e teve um percurso de aproximadamente 2 KM, passando pela Av. Dr. Francia e tendo como ponto de encerramento a Praça Teniente Valdéz.

 

No ponto de chegada foi realizada pelos participantes uma grande corrente humana que simbolizou o laço rosa, que também representa a data de combate ao câncer, “Um verdadeiro espetáculo de cidadania e um grande exemplo humanitário das pessoas que se dispuseram a caminhar em um domingo lindo como esse”, menciona Carmem Chamorro, moradora local.

O evento contou com a participação de aproximadamente 2 mil pessoas, dentre elas alunos do curso de medicina no Paraguai, moradores de Ponta Porã-MS e Pedro Juan Caballero. Para mais informações entre em contato pelo e-mail: medicinakarlos@gmail.com ou através do whatsap +595 983-798-050.

 

SAIBA MAIS

 

Este ato começou nos Estados Unidos, onde vários Estados tinham ações isoladas referente ao câncer de mama e  mamografia no mês de outubro, posteriormente com a aprovação do Congresso Americano o mês de Outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção ao câncer de mama. 
        

A história do Outubro Rosa remonta à última década do século 20, quando o laço cor-de-rosa, foi lançado pela “Fundação Susan G. Komen for the Cure” e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, em 1990 e desde então promovida anualmente na cidade.
        

Em 1997, entidades das cidades de Yuba e Lodi nos Estados Unidos, começaram efetivamente a comemorar e fomentar ações voltadas a prevenção do câncer de mama, denominando como Outubro Rosa. Todas ações eram e são até hoje direcionadas a conscientização da prevenção pelo diagnóstico precoce que pode ser realizado através do toque pela própria mulher e diagnosticar qualquer anomalia.

 

 Para sensibilizar a população inicialmente as cidades se enfeitavam com os laços rosas, principalmente nos locais públicos, depois surgiram outras ações como corridas, desfile de modas com sobreviventes (de câncer de mama), partidas de boliche e etc.

        

A ação de iluminar de rosa monumentos, prédios públicos, pontes, teatros entre outros surgiu posteriormente, e não há uma informação oficial, de como, quando e onde foi efetuada a primeira iluminação. O importante é que foi uma forma prática para que o Outubro Rosa tivesse uma expansão cada vez mais abrangente para a população e que, principalmente, pudesse ser replicada em qualquer lugar, bastando apenas adequar à iluminação já existente. 
        

A popularidade do Outubro Rosa alcançou o mundo de forma bonita, elegante e feminina, motivando e unindo diversos povos em torno de tão nobre causa. Isso faz que a iluminação em rosa assuma importante papel, pois se tornou uma leitura visual, compreendida em qualquer lugar no mundo.

 

Fonte de apoio: outubrorosa.org.br

Assessoria

Enquete

Mural de Recados

Postar Recado