01/03/2018 às 15:42:00

CCAS debate sobre insumos agrícolas no ITAL

Redação



O Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) se reuniu com membros da Associação Nacional de Defesa Vegetal (Andef), no Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, no dia 8 de fevereiro. O objetivo do encontro foi debater o uso de insumos agrícolas, a regulamentação de produtos fitossanitários, o processamento de alimentos e a análise de risco ambiental.

 

O diretor geral do ITAL e membro do CCAS, Luis Madi, afirmou na abertura do evento: “Para nós é uma honra sediarmos um evento como este que reúne grandes profissionais, pesquisadores, acadêmicos, indústria e o mais importante: debatermos juntos como disseminar o trabalho que nosso setor tem realizado desde o antes até depois da porteira com os alimentos já nas prateleiras dos supermercados”.

 

A apresentação do professor Caio Carbonari, da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), tratou sobre a eficiência no uso de insumos. Carbonari disse que é necessário desmistificar o uso de agrotóxicos por meio de estatísticas de qualidade, como dados de análises de risco.

 

A avaliação de risco do uso de insumos no Brasil foi abordada em duas vertentes no evento, com Ximena Patino, da Croplife, explicando os níveis de risco de forma detalhada na parte ambiental; e com Karen Casarin, da Basf, mostrando os riscos para o consumidor final.

 

Já o diretor da Andef, Mário Von Zuben apresentou as mudanças que estão em discussão no Projeto de Lei de Defensivos. “A lei atual precisa ser modernizada, além de poder colocar o Brasil para competir no mercado agrícola global com mais tecnologias”. O principal ponto dessas mudanças é o espaço para o uso de análise de riscos com critérios científicos avançados.

 

Encerrou o debate, Fernando Marini, membro do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg), com uma apresentação sobre o uso de defensivos ilegais no país e explicou sobre a campanha do sindicato contra o uso desses insumos. Marini apontou os riscos para saúde humana, meio ambiente e até mesmo para economia do Brasil com a venda e uso dos produtos ilegais. 


            

Sobre o CCAS

O Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) é uma organização da Sociedade Civil, criada em 15 de abril de 2011, com domicilio, sede e foro no município de São Paulo-SP, com o objetivo precípuo de discutir temas relacionados à sustentabilidade da agricultura e se posicionar, de maneira clara, sobre o assunto.

 

O CCAS é uma entidade privada, de natureza associativa, sem fins econômicos, pautando suas ações na imparcialidade, ética e transparência, sempre valorizando o conhecimento científico.

 

Os associados do CCAS são profissionais de diferentes formações e áreas de atuação, tanto na área pública quanto privada, que comungam o objetivo comum de pugnar pela sustentabilidade da agricultura brasileira. São profissionais que se destacam por suas atividades técnico-científicas e que se dispõem a apresentar fatos concretos, lastreados em verdades científicas, para comprovar a sustentabilidade das atividades agrícolas.

 

A agricultura, apesar da sua importância fundamental para o país e para cada cidadão, tem sua reputação e imagem em construção, alternando percepções positivas e negativas, não condizentes com a realidade. É preciso que professores, pesquisadores e especialistas no tema apresentem e discutam suas teses, estudos e opiniões, para melhor informação da sociedade. É importante que todo o conhecimento acumulado nas Universidades e Instituições de Pesquisa seja colocado à disposição da população, para que a realidade da agricultura, em especial seu caráter de sustentabilidade, transpareça. Mais informações no website:http://agriculturasustentavel.org.br/. Acompanhe também o CCAS no Facebook: http://www.facebook.com/agriculturasustentavel.


Assessoria

Enquete

Mural de Recados

Postar Recado