26/09/2017 às 16:29:00

Comitê da Estratégia PCI se reúne e dá sequência nas metas para o desenvolvimento sustentável

Redação


 

Membros do Comitê da Estratégia Produzir, Incluir, Conservar (PCI) realizaram na última semana, nos dias 13 e 14 de setembro, em Cuiabá/MT, mais um encontro para discutir as ações para a implantação da PCI.


A PCI possui metas ambiciosas nos três eixos propostos: expansão e aumento da eficiência da produção agropecuária e florestal, conservação da vegetação nativa e recomposição dos passivos, e inclusão socioeconômica da agricultura familiar e populações tradicionais.


Durante o encontro, que reuniu mais de 80 pessoas, foram discutidos e validados temas como Atualizações no Plano de Implementação PCI e resultados alcançados até agora, Plano de Comunicação e Mecanismos Financeiros, Pactos Regionais, além de reunir posicionamentos dos membros. O vídeo institucional da PCI também foi apresentado ao público.

 

Um dos pilares de atuação da Iniciativa para o Comércio Sustentável (IDH) no Mato Grosso é a estruturação e o apoio ao desenvolvimento da estratégia PCI. Para Daan Wensing, Diretor do Programa Global de Territórios da IDH, produzir considerando aspectos de conservação e inclusão é o objetivo da IDH. “Já obtivemos bons resultados, mas queremos agora trabalhar em maior escala l. O intuito é buscar por suporte financeiro e prover conhecimento para nossos parceiros, alinhado com o Comitê. A PCI tem todas as ferramentas para a estratégia de crescimento.”, afirma.


No evento, foi assinada uma carta de entendimento para o fortalecimento das ações de apoio as metas PCI entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), e a IDH. O governador do Mato Grosso, Pedro Taques, frisou que o interesse social é o que motiva a iniciativa. “É possível conectar as pessoas e somar forças visando o desenvolvimento sustentável”.


Presente no encontro, o embaixador da Noruega, Nils Martin Gunneng, ressaltou que a organização de ideias e a disposição em conseguir investidores demonstram o nível de comprometimento do Estado em prol da sustentabilidade ambiental. “O compromisso em ter zero desmatamento ilegal até 2020 é um exemplo para outros países e estados. A Noruega apoia e considera o PCI uma estratégia importante e inclusiva, na qual produtores, ONGs, universidades, sociedade civil e empresas têm sua contribuição”, afirma Gunneng.


No segundo dia, 14/09, foi realizado um encontro entre membros da PCI e financiadores que atuam no Mato Grosso para identificação de como as suas estratégias podem apoiar a estratégia PCI de forma mais coordenada.  


Foi apresentado também a PCI Facility, que tem como finalidade apoiar o governo de MT a implementar a Estratégia e programas, articular atores representativos, captar e administrar recursos complementares que alavanquem novos investimentos, definir estratégias e gerir conhecimento e promover comunicação e engajamento.


Fernando Sampaio, diretor executivo da PCI, explica que o trabalho está focado na formatação de mecanismos capazes de atrair investidores para concretizar as metas da PCI. “Com o uso efetivo de instrumentos financeiros, Mato Grosso pode atrair com êxito o capital privado necessário, aumentando de forma sustentável a produção agrícola e, ao mesmo tempo, conservando as florestas”.


Sobre a IDH

A Iniciativa para o Comércio Sustentável (IDH) é uma organização sem fins lucrativos que reúne empresas inovadoras, organizações da sociedade civil e governos em parcerias público-privadas para transformar mercados no sentido de alcançar produção, comércio e consumo com maior sustentabilidade ecológica e social. A IDH opera globalmente em 11 setores de commodities e em 12 territórios em mais de 40 países. Com seus mais de 500 parceiros, a IDH desenvolve, conduz, cofinancia e avalia modelos de negócios inovadores que têm o potencial de gerar sustentabilidade e, larga escala. Saiba mais em: www.idhtrade.org.

Sobre a PCI

Criada em 2015, durante a Conferência do Clima de Paris (COP 21), a Estratégia PCI trata-se de uma iniciativa do Governo de Mato Grosso com a participação de instituições de diferentes setores da sociedade, que estabelece uma visão de futuro onde o desenvolvimento esteja integrado ao sustentável.

O principal objetivo do programa é buscar, por meio de parcerias público-privadas e de financiamentos voltados à integração de políticas públicas, a promoção da inclusão social, da economia de baixo carbono e a conservação ambiental, tendo como um de seus resultados a proteção do clima com a mitigação da emissão de seis gigas toneladas de dióxido de carbono na atmosfera.

A estratégia governamental prevê até o ano de 2030 o alcance de um conjunto de 21 metas distribuídas em três eixos (Produzir, Conservar e Incluir), às quais serão monitoradas e divulgadas anualmente para o acompanhamento da implementação do programa. Saiba mais: https://www.youtube.com/watch?v=R_Man5zy_9A.

Assessoria

Enquete

Mural de Recados

Postar Recado