12/08/2017 às 15:50:00

Três são alvos de pistoleiros em manhã violenta na fronteira com o Paraguai

Redação


A fronteira entre Brasil e Paraguai teve uma manhã violenta neste sábado (12) quando três pessoas foram alvos de pistoleiros em Ponta Porã, a 323 quilômetros de Campo Grande, e Pedro Juan Caballero no país vizinho. Duas vítimas morreram e outra sobreviveu.

Segundo informações do site Porã News, o primeiro crime foi registrado às 7h no lado brasileiro. O empresário José Alves da Cruz, 26 anos, saía de uma padaria no bairro Marambaia quando foi abordado por uma dupla de moto.

Os bandidos o executaram com vários tiros de pistola nove milímetros e depois fugiram. O homem é dono de um lava jato localizado no bairro São Rafael. Peritos e policiais civis estiveram no local e encaminharam o corpo ao IML (Instituto Médico Legal).

Sorte – Luís Guilherme Bitencourt, 28 anos, que também é dono de um lava jato, estava na empresa quando dois homens, também de motocicleta e armados com pistola nove milímetros, chegaram ao local com a intenção de executá-lo.

O estabelecimento fica na Rua Tiradentes. Os assassinos deram oito disparos contra a vítima, que mesmo baleada conseguiu fugir e se escondeu no escritório do local. Ele foi socorrido até um hospital local, onde foi atendido e está sob observação médica.

Fatalidade – Às 9h50, ainda segundo informações do Porã News, o agricultor Teodoro Cano Alonso, 44 anos, foi executado diante das mesmas características que os crimes anteriores em Pedro Juan Caballero.

Ele estava em uma Hilux quando foi abordado por uma dupla de moto armada com pistola nove milímetros. Baleado, ele perdeu controle da direção do veículo e bateu contra o portão de uma casa localizada na Rua Cerro Leon.

Não há informações se os casos estão interligados, apesar de os suspeitos dos três terem usado o mesmo modo de ação. As polícias dos dois países apuram os casos.

 

campograndenews