25/09/2018 às 09:04:00

Pecuaristas de Minas Gerais aumentam lotação animal com utilização da forrageira Mulato II

Redação


 

 

Propriedades localizadas no Sul de Minas Gerais estão utilizando o Mulato II, uma braquiária híbrida com alto potencial produtivo, que possibilita o aumento de eficiência em sistemas pecuários.

 

A Fazenda Atalaia, localizada em Perdões-MG, utiliza o híbrido há três anos e o pecuarista, Rodrigo Carvalho Silva, comenta que o negócio da propriedade é a criação e a venda de bezerros.

 

“Ao todo, temos 85 animais. A fazenda possui 36 hectares e, destes, 20 estão plantados com o Mulato II, mais de 50% da propriedade. Investi nessa forrageira para realizar reforma de pastagem. Com alta pureza e germinação, o pasto fica bem formado com poucas sementes. O resultado proporcionado pelo híbrido é excelente”, pontua.

 

O pecuarista ressalta que na época da seca, o Mulato II apresenta coloração verde por mais tempo comparado com outras pastagens. Também chama a atenção a ótima formação de massa na época das águas. Além disso, é resistente a ataque de doenças e pragas, como a cigarrinha, se mostrando muito sadio e bem enraizado.

 

“Minha propriedade é pequena e consigo alocar quase quatro vacas por hectare só no pasto. Se utilizasse outra cultivar, imagino que teria a metade do gado que temos hoje. Antes de plantar o Mulato II, investi na preparação do solo, fiz a correção da acidez com calcário e depois fiz o plantio com fósforo, o que também auxiliou para alcançar esse índice de produtividade. Estou tendo uma ótima experiência, tanto que planto cada vez mais, aumentando a área todo ano”, observa.

 

O Consultor Técnico das Fazendas Alegria, em Paraguaçu-MG, Pinheirinho, em Serrania-MG, e São José, em Cordislândia-MG, Jean Felipe Silva Andrade, conta que as propriedades estão realizando a reforma de pastagem em 100 hectares para fazer a engorda de cerca de mil bovinos Nelore.

 

O profissional revela que as propriedades possuem pouca área de pasto, mas como o pasto é resistente, foi possível aumentar os animais por hectare. Para isso, o solo foi preparado e ajustado para fazer o plantio. Depois que as plantas nasceram, foi realizado o manejo e o gado mais novo entrou na área para estimular o enraizamento.

 

“Plantamos o Mulato II desde 2014 e, atualmente, é o único que utilizamos. Acredito que as principais características dessa forrageira é a resistência à seca e o vigor. A proteína que ela apresenta é visível pela largura da folha e não tivemos dificuldades com ataque de pragas, pois achei que teríamos problema com vaquinha, o que me surpreendeu. Os benefícios que essa cultivar possui não se comparam a outras, o custo benefício que ela oferece é excelente e estamos muito satisfeitos”, avalia.

 

O Mulato II está sendo comercializado com exclusividade na safra 2018/2019 pela Barenbrug do Brasil. A cultivar é incrustada, com pureza mínima de 95% e com novo tratamento que recebe a marca Yellow Jacket®. Além de fungicida, Yellow Jacket® inclui inseticidas de amplo espectro, nutrientes e bioestimulantes que proporcionam maior proteção e velocidade de estabelecimento das plantas no pasto.

 

Esta iniciativa marca o início de uma série de ações realizadas pela companhia, que viabilizará a oferta exclusiva de híbridos e tecnologias no mercado de forrageiras. Para conferir mais detalhes sobre este híbrido, acesse https://www.mulato2.com.br

 

 

Sobre a Barenbrug Brasil

 

A Barenbrug do Brasil é uma empresa do Royal Barenbrug Group, com mais de cem anos de vida, pioneira e líder mundial no segmento de sementes forrageiras. É especializada no melhoramento genético, na produção e no tratamento de sementes. Desenvolve tecnologias inovadoras para manejo de pastagem e, por meio do programa de melhoramento genético e de sua rede de distribuição, oferece cultivares superiores ao setor agropecuário, adaptadas e com alto potencial de conversão em produto animal. A empresa foi fundada na Holanda em 1904 e possui 27 filiais presentes em todos os continentes – especializadas também no melhoramento genético e na produção de sementes para gramados e forrageiras – o que a torna uma das maiores companhias do setor no mundo. No Brasil desde 2012, a Barenbrug é a única empresa privada especializada em melhoramento genético de forrageiras tropicais. Para mais informações, visite www.barenbrug.com.br

Assessoria