20/06/2014 às 15:43:00

Roberto Hashioka recebe empresários do Paraná

Redação
Natalho Cuer
Natalho Cuer


Com o intuito de manter o setor produtivo em ascendência e criar mais oportunidades de empregos no município, o prefeito de Nova Andradina, Roberto Hashioka, recebeu em seu gabinete os empresários, Paulo Montagner Lopes, Isaque Ribeiro e Rafael Boito Pelizzer, da Fecularia Lopes do Estado do Paraná.

Durante o encontro, foi discutida a implantação de uma filial da indústria no município de Nova Andradina.

Na oportunidade, o prefeito Roberto Hashioka garantiu total apoio aos empresários, destacando a política diferenciada de incentivos oferecidos pelo Governo Municipal.

“Nossa determinação é para que possamos fortalecer diferentes setores da economia, neste caso o ramo de fecularia, gerando muitos empregos e fortalecendo a economia do município”, afirmou o prefeito Roberto Hashioka, que também ressaltou que a vinda de novas empresas para Nova Andradina faz parte da proposta da administração municipal, de oferecer melhores condições de vida à população e, principalmente, fortalecer a agricultura na região.

“Nós estamos nas primeiras tratativas para que a empresa possa se instalar em Nova Andradina e, consequentemente, mais postos de trabalho serão gerados”, frisou Hashioka. 

Na ocasião, o presidente do Grupo Lopes, empresário Paulo Montagner Lopes, destacou que o desejo de instalação de uma filial da indústria em Nova Andradina foi baseado pela sua localização estratégica, logística, potencial de produção de mandioca, desenvolvimento e pelo apoio do Governo Municipal, visto que o município se destaca hoje no estado como Pólo Regional.

 

Ainda, segundo o empresário, a empresa já adquiriu uma área de 18 hectares, localizada na saída para o município de Ivinhema, próximo ao Distrito Industrial.

 

O empresário revelou que a expectativa da Fecularia Lopes em Nova Andradina, é de industrializar 500 toneladas/dia de mandioca, gerando nesta primeira etapa, 40 empregos diretos e cerca de 400 indiretos.

“Nosso desejo é que a empresa esteja em pleno funcionamento no prazo máxima de dois anos e com investimento inicial na ordem de R$15 milhões”, disse o empresário paranaense.

Com três unidades industriais instaladas nos municípios de Nova Londrina, Santa Cruz de Monte Castelo e Icaraíma no Paraná, a unidade de Nova Andradina será a primeira em Mato Grosso do Sul e a primeira fora do Estado de origem da empresa.

Assessoria

Enquete

Mural de Recados

Postar Recado