27/02/2018 às 13:43:00

IFMS sedia 1ª reunião de 2018 do Conselho de Reitores das Instituições de Ensino Superior do Estado

Redação

Criado no ano passado, Conselho de Reitores das Instituições de Ensino Superior de Mato Grosso do Sul é composto pelo IFMS e cinco universidades públicas e privadas.

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) sediou nessa segunda-feira, 26, a primeira reunião ordinária do ano do Conselho de Reitores das Instituições de Ensino Superior de Mato Grosso do Sul (Crie-MS). O encontro foi realizado na reitoria, em Campo Grande.

Estiveram presentes os reitores das seis instituições que compõem o conselho: Luiz Simão Staszczak (IFMS), Marcelo Turine (UFMS), Tanner Douglas Bitencourt (Uniderp), Padre Ricardo Carlos (UCDB) e Fábio Edir (UEMS) - atual presidente do Crie-MS. A reitora da UFGD foi representada pelo professor Tomáz Espósito Neto.

Staszczak destacou a oportunidade de sediar pela primeira vez uma reunião do Conselho. "Além da importância da reunião em si, esta é uma oportunidade de demonstrar a nossos parceiros o que somos, o que fazemos e quais os resultados do IFMS para o desenvolvimento do Estado de Mato Grosso do Sul".

A pauta da reunião incluiu a definição do calendário anual de reuniões, a formulação de estratégias de atuação e a proposta do plano de ações para 2018.

Também participaram coordenadores e vices dos cinco grupos de trabalho que compõem o Crie-MS: Internacionalização e Mobilidade Acadêmica; Turismo e Cultura (Extensão); Ciência, Tecnologia e Inovação (Pesquisa); Excelência na Educação Básica e Superior (Ensino); e Comunicação Científica.

O presidente explicou o formato de atuação do Conselho. "Iniciamos este ano de 2018 com o Crie-MS já em um novo formato, com a participação dos reitores, coordenadores e vice-coordenadores dos grupos de trabalho, pois todos já estão trabalhando, com ações em andamento e pauta definida", apontou Fábio Edir.

O reitor da UEMS destacou ainda a importância da relação do colegiado com demais instituições, principalmente órgãos executivos e legislativos das esferas estadual e federal, inclusive com algumas agendas definidas para este ano.

Grupos de Trabalho - Os coordenadores dos GTs puderam apresentar ao colegiado o andamento das discussões e ações propostas nos grupos.

A coordenadora do grupo de trabalho "Excelência na Educação Básica e Superior", professora Eugênia Aparecida dos Santos, da Uniderp, destacou duas demandas principais na reunião.

"Nosso GT possui dois focos: promover uma troca de experiências entre as instituições quanto às metodologias de ensino utilizadas, e debater sobre a heterogeneidade do estudante que chega às nossas universidades, já que atualmente temos um perfil abrangente e o desafio de lidarmos com essa realidade", explicou a coordenadora.

A proposta é organizar, no segundo semestre, um seminário para apresentar e debater as demandas específicas da educação básica e superior em Mato Grosso do Sul.

Já o grupo de trabalho de Internacionalização e Mobilidade Acadêmica, coordenado pelo professor Ruberval Maciel, da UEMS, destacou a criação da Rede Universitária da Rota de Integração Latino-Americana (UniRila), dentre outras demandas.

A Rede foi constituída oficialmente em outubro de 2017, durante o I Seminário da UniRila. O evento ocorreu em Campo Grande, e reuniu representantes de instituições de Ensino Superior do Brasil, Argentina, Chile e Paraguai.

"Com a UniRila poderemos mapear as potencialidades das instituições do Crie-MS e dos países parceiros, para subsidiarmos as ações da Rila no que tange à ensino, extensão, pesquisa e inovação", explicou o coordenador.

Maciel explica o funcionamento das atividades. "Criamos sub-grupos para as áreas de internacionalização: questões sociais, turismo e desenvolvimento local, direito internacional e questões aduaneiras, para pensarmos não apenas em questões específicas, mas em um conceito de governo. Estamos realizando reuniões com diversos ministérios e unindo esforços para fortalecer o projeto da Rila e também da internacionalização das instituições do Crie-MS", finalizou.

Crie-MS - Foi criado em 2017, com objetivo de aproximar as instituições e fortalecer a educação superior no Estado.

Em julho do ano passado, o Crie-MS elegeu a primeira diretoria e, em agosto, o Conselho foi oficialmente instituído. A solenidade foi realizada na Assembleia Legislativa, em Campo Grande, e contou com a presença do governador, Reinaldo Azambuja, e do ministro da Educação, Mendonça Filho.

A próxima reunião ordinária do colegiado está marcada para 28 de maio, na UFMS. As demais reuniões ordinárias do ano estão agendadas para 21 de agosto, na UCDB, e 26 de novembro, na Uniderp.


Texto originalmente publicado em http://www.ifms.edu.br/noticias/ifms-sedia-primeira-reuniao-do-conselho-de-reitores-em-2018.

--
Assessoria

Enquete

Mural de Recados

Postar Recado